quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Devaneio sobre a mudança

Sempre tive muitas inquietações e anseios. Impressiona-me a fascilidade de pessoas em serem estáticas, para elas a mudança é sempre algo que deve ser temido, combatido a todo custo.

Talvez seja este o motivo da obsessão pela juventude, o problema maior não é envelhecer é mudar.

O desejo por algo difícil de conseguir será este? Pois se é difícil dá mais trabalho, se der trabalho todos vão entender o porquê de não se ir atrás. E se nunca for atrás, nada muda.

Sou também covarde. Uma vez que desejo a mudança e atormento-me em saber se tudo será melhor ou se é apenas mais um devaneio insólito...

Um comentário:

andré disse...

Só o que está morto não muda! O desconhecido sempre causa medo e cada um tem um jeito de conviver com a angústia, tenet edscobrir um que lhe cause menos dor...se quiser eu posso ajudar...beijo!